Responsive Ad Slot

Corrida da Galinha

Corrida da Galinha

Shows do Parque Milanny foram transferidos para o Palladium

sábado, 9 de novembro de 2013

/ Por: TV SBUNA
O Tribunal Regional Federal (TRF) manteve a decisão que suspende os shows deste sábado (9) no Parque Millany, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações do TRF, para hipótese de descumprimento da decisão uma multa diária de R$ 1 milhão foi estipulada. Diante do impedimento, as apresentações da banda Garota Safada, Bruno e Marrone e Gabriel Diniz foram transferidos para a Casa de Shows Palladium, segundo o advogado do Parque Millany, Allyson Ferreira.

Entenda o Caso

De acordo com o promotor Paulo Augusto, o MPPE entrou com uma ação civil pública pedindo a suspensão da Vaquejada do Parque Milanny. “Eles não têm atestado de regularização do Corpo de Bombeiros, da Polícia Rodoviária Federal, do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) e, por isso, não possuem o alvará de autorização para evento da prefeitura”, disse.

Segundo Augusto, um acidente com camarote no ano passado deixou várias pessoas feridas durante o evento. “Houve o desabamento de uma estrutura metálica. Nós temos um inquérito civil, onde mais de 400 pessoas denunciaram que foram vendidos ingressos para camarote. No entanto, por causa da falta de espaço, as pessoas tiveram que ficar na área vip. É preciso que se faça um evento regular”.

O juiz Brasílio Guerra, da 1ª Vara Cível de Caruaru revogou o impedimento de shows no Parque de Vaquejada Milanny. De acordo com o juiz, a organização atendeu às exigências da lei. Porém, uma liminar expedida pelo juiz federal Tiago Antunes de Aguiar impediu a realização dos shows que estavam programados para acontecer nesta sexta-feira (8). De acordo com a decisão, o local não apresentava condições para receber o público do evento.
Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e outra da Polícia Militar foram deslocadas para garantir o cumprimento da liminar. Segundo o policial rodoviário federal, Edmar Bezerra, a PRF esteve no parque para impedir a abertura dos portões e a entrada do público. “Um oficial da Justiça Federal esteve no local e notificou os responsáveis sobre a proibição da realização do evento. Fechamos as entradas. Foi tudo calmo, não houve tumulto e as pessoas voltaram para casa”, explica.

G1 Caruaru
Mais
© TV SBUNA de Comunicação
Todos os direitos reservados.