Responsive Ad Slot

Corrida da Galinha

Corrida da Galinha

Alvo de hackers, site do IBGE continua fora do ar

sexta-feira, 24 de junho de 2011

/ Por: Naldinho Oliveira
O site do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) permanece fora do ar desde a madrugada desta sexta-feira (24), devido a um ataque de um hacker ou grupo de hackers. Autodenominado "Fail Shell" ou "FIREH4CK3R", o responsável ou responsáveis pelo ataque virtual deixaram uma mensagem na página www.ibge.gov.br afirmando que este mês o governo vivenciará "o maior número de ataques de natureza virtual na sua história". 

Por meio de sua assessoria, o IBGE afirmou que o site continua fora do ar, "para manutenção, por causa da ação dos hackers". Segundo o órgão, o ataque aconteceu às 4h desta madrugada.
- Depois disso, o IBGE retirou o site do ar para reforçar a segurança e fazer a manutenção. O IBGE assegura que o banco de dados de todas as pesquisas está preservado já que não foi atingido pela ação de hackers.
O site do IBGE não é o primeiro a ser hackeado esta semana. Na quarta-feira e ontem, os portais da Presidência da República, do Senado e do Ministério do Esporte também foram atacados, e apresentavam mensagens de erro.
A página do Ministério do Esporte (www.esporte.gov.br) ficou fora do ar, exibindo um aviso de que estava em manutenção. A assessoria do órgão informou que o ataque não alterou o sistema central da página nem a parte de dados - mesmo assim, o ministério optou por tirar o site do ar para um exame.

Na madrugada desta quarta-feira (22), os portais da Presidência da República (www.presidencia.gov.br), do governo federal (www.info.planalto.gov.br) e da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) também foram atacados. O Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados, empresa pública que presta serviços de tecnologia da informação para os órgãos do governo) informou que os ataques foram feitos com cerca de 2 bilhões de acessos às páginas.

Os hackers fazem acessos de computadores e provedores espalhados no mundo todo, provocando a queda da página ou a operação com lentidão. O diretor superintendente do Serpro, Gilberto Paganotto, afirmou que as tentativas de invasão aos sites são frequentes, mas reforçou que a empresa tem sistemas sofisticados e pessoas altamente treinadas acompanhando esse tipo de ataques durante 24 horas, todos os dias do ano.
O coordenador de comunicação social do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados, o órgão responsável pelos principais sistemas informáticos do governo federal), Carlos Marcos Torres, disse, por sua vez, que nenhum dos sites administrados pelo órgão sofreu invasão que pudesse expor dados sigilosos do governo ou de cidadãos.
A página do Senado Federal também ficou fora do ar por algumas horas ontem, mas a reportagem da Agência Brasil não conseguiu contato com a Secretaria Especial de Informática da Casa para confirmar se a queda também foi provocada por hackers.
Agência Estado
Da redação TV SBUNA
Mais
© TV SBUNA de Comunicação
Todos os direitos reservados.