Responsive Ad Slot

Corrida da Galinha

Corrida da Galinha

Tarifa da Compesa terá reajuste de 6,97% a partir de dezembro

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

/ Por: Naldinho Oliveira
A Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe) publicou nesta quarta (23), no Diário Oficial do Estado, a autorização do reajuste tarifário de 2011 dos serviços de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgotos realizados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Será aplicado um reajuste de 6,97% nas tarifas cobradas pela concessionária. Como o reajuste só passa a valer 30 dias depois de publicado no DO, os novos valores só serão aplicados a partir das leituras de consumo do dia 23 de dezembro. O efeito total do reajuste na conta do consumidor passará a ser sentido em fevereiro. "Se a leitura de consumo do cliente for feita no dia 28 de dezembro, a Compessa coloca o reajuste relativos aos cinco dias depois do dia 23", exemplificou o diretor de Regulação Econômico-Financeira da Arpe, Hélio Carvalho.

Apesar de o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do período de novembro de 2010 a outubro de 2011, 6,97%, ter sido preponderante na conta de reajuste aprovado pela Arpe, o cálculo levou em conta também a influência do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) do período. Acontece que o IPCA tem influência sobre despesas como pessoal, serviços terceirizados e produtos químicos, que representam 78% do custo total de manutenção da estatal. Despesas com energia elétrica, onde incide o IGP-M tem um peso menor na cesta da Compesa, 22%. 

Desde 2009, quando a metodologia de revisão tarifária a cada quatro anos foi adotada, seguindo o modelo adotado no setor elétrico, a Arpe já autorizou um reajuste acumulado de 20,57% ao consumidor pernambucano. 

Jornal do Commercio
Da redação TV SBUNA
Mais
© TV SBUNA de Comunicação
Todos os direitos reservados.