Responsive Ad Slot

Governo de Pernambuco

Pernambuco

Ana Arraes é eleita ministra do TCU com 222 votos

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

/ Por: Naldinho Oliveira
Como já era esperado, a pernambucana Ana Lúcia Arraes de Alencar (PSB), 64 anos, levou a melhor nesta quarta-feira (21) e se elegeu ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) com 222 votos. O segundo lugar ficou com o comunista Aldo Rebelo. Esta é a segunda grande vitória de Ana Arraes em menos de um ano. Em 2010, a filha do ex-governador Miguel Arraes e mãe do atual governador Eduardo Campos (PSB) foi eleita deputada federal com 387.581 votos. Agora, conquista o dever de fiscalizar gastos públicos e o direito a um emprego vitalício, a um salário de R$ 25 mil, aposentadoria integral, carro oficial e férias de dois meses.

Ana Arraes (PSB) disputou os votos dos colegas de Câmara com Aldo Rebelo, Damião Feliciano, Milton Monti, Átila Lins (PMDB-AM) e Rosendo Severo. O principal cabo eleitoral da pernambucana é o próprio filho, o governador Eduardo Campos, que conseguiu o feito suprapartidário de garantir votos de quase toda a bancada estadual na Casa. A articulação feita pelo governador de Pernambuco fez, inclusive, oponentes da mãe desistirem da briga. A boa relação dele com vários atores políticos ajuda Ana e a eleição dela fortalece Eduardo como candidato a vice ou até mesmo a presidente em 2014. Apesar da movimentação da família, a deputada negou ontem qualquer especulação de nepotismo.

Agora as administrações e os políticos pernambucanos passam a contar com três representantes no TCU. Ana juntaria-se a José Jorge e a José Múcio Monteiro.

Ana filiou-se ao PSB em 1991. Formada em direito, já foi assistente do Instituto de Documentação da Fundação Joaquim Nabuco, secretária de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE), técnica judiciária do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e secretária parlamentar na Câmara dos Deputados. Foi eleita deputada federal pela primeira vez em 2007 e desde então não saiu da Casa.

Nestes pouco mais de quatro anos e meio foi autora de 158 projetos. A maioria deles pede mudança de redação de artigos e metas ou acrescenta parágrafos em projetos. No sistema de buscas do site da Câmara, nos projetos em que é possível ver o andamento dos projetos, a maioria consta como "aguardadndo deliberação", "aguardando parecer", "aguardando encaminhamento", "aguardando providências internas", "pronta para a pauta" ou "arquivada". No mais, são pareceres.

Nestes primeiros meses de 2011, Ana Arraes já gastou R$ 173.981,39 com despesas parlamentares como combustíveis e lubrificantes, emissão de bilhete aéreo, fornecimento de alimentação parlamentar, locação de veículos, manutenção de escritório, serviços postais e telefonia.

No quesito discursos, foram 16 desde o início do ano. Suas duas últimas falas foram referentes à sessão Solene em homenagem à Marcha das Margaridas e à sessão solene em homenagem à memória do ex-deputado José Mendonça Bezerra.

Blog do Jamildo
Da redação TV SBUNA
Mais
© TV SBUNA de Comunicação
Todos os direitos reservados.