Responsive Ad Slot

Corrida da Galinha

Corrida da Galinha

Santos é campeão da Copa Libertadores da América 2011

quinta-feira, 23 de junho de 2011

/ Por: Naldinho Oliveira
O Santos se coroou campeão nesta quinta-feira da Copa Libertadores da América-2011 ao se impor por 2 a 1 ao uruguaio Peñarol, na partida de volta da final disputada no estádio Pacaembu da cidade de São Paulo.

Todos os gols foram marcados no segundo tempo. Para o Santos, o astro Neymar abriu o placar, no primeiro minuto, e Danilo ampliou, aos 23. Peñarol descontou com gol contra de Durval, aos 34.

Com a vitória, o Santos obteve sua terceira Copa Libertadores, um título que não conquistava desde 1963, quando o 'Rei Pelé' era a figura do 'Peixe'. Quase cinco décadas depois, a estrela foi o jovem atacante Neymar, um dos principais objetivos do Real Madrid para a próxima temporada.

A partida foi disputada diante de mais de 30 mil torcedores, que gritaram "tricampeão" para os jogadores, que permaneceram em campo celebrando o título.

O capitão Edu Dracena recebeu o troféu da Libertadores diante de um Pacaembu emocionado que não parava de gritar: "tricampeão, tricampeão, tricampeão".

"Como na era Pelé, este time será lembrado como uma equipe que fez história", disse Edu Dracena à imprensa.

Ao final da partida, Neymar chorou por seu primeiro título continental, que se soma ao Campeonato Paulista obtido este ano, sob a direção do técnico Muricy Ramalho.

"Isto é só alegria. Disse a Neymar que estávamos fazendo história con este título e, claro, o felicitei, porque ele é um craque, o craque do time", revelou Paulo Henrique Ganso, que regressou a campo após 50 dias de ausência por lesão.

Antes do Santos receber a taça, Pelé percorreu o gramado do Pacaembu com Muricy Ramalho, revivendo a experiência de 1962 e 1963.

"Estas são coisas maravilhosas, as coisas lindas da vida. O coração quase saiu pela boca, agradeço a Deus e a esta torcida", disse Pelé.

Neymar abriu o placar logo no primeiro minuto do segundo tempo, com um arremate espetacular, após passe magistral do volante Arouca na grande área. O Pacaembu veio abaixo e o atacante dedicou o gol ao filho que ainda não nasceu.

Um minuto depois, o mesmo Neymar arriscou um tiro de fora da área que passou sobre o travessão do goleiro Sebastián Sosa.

A vantagem deu confiança ao 'Peixe', que durante o segundo tempo atacou sem clemência. Aos 23 minutos, o lateral Danilo ampliou com um golaço da direita.

Peñarol pressionou em busca do empate que levaria à prorrogação e aos 34 minutos descontou quando o atacante Fabián Estoyanoff, que havia entrado no lugar de Emiliano Albín para reforçar o setor ofensivo, cruzou para a área e a bola bateu no pé do zagueiro Durval, enganando o goleiro santista.

Com o título do Santos, o futebol brasileiro soma 15 Copas Libertadores da América. O 'Peixe' substitui o Internacional de Porto Alegre, campeão em 2010.
AFP
Da redação TV SBUNA
Mais
© TV SBUNA de Comunicação
Todos os direitos reservados.